Uso de máscara passa a ser facultativo em Vista Alegre

Exceção são locais de serviços públicos e privados de saúde
Decreto assinado pelo prefeito de Vista Alegre, Zairo Riboli, no dia 23 de março, tornou
facultativo o uso da máscara em locais abertos e fechados do município. A exceção são
os serviços públicos e privados de saúde, onde trabalhadores do setor – inclusive
estagiários –, pacientes, acompanhantes, visitantes, infectados e pessoas sob suspeita de
contaminação por Covid-19 devem continuar a utilizar o item de proteção individual.
Adotado há dois anos por conta da pandemia de Covid-19, o uso da máscara até então
era obrigatório levando em conta a emergência em saúde provocada pelas transmissões
e mortes causadas pela circulação do vírus. Os fatores que levaram à flexibilização da
medida foram o avanço das vacinas, a passagem da região do estado de Alerta para
Aviso em relação ao perigo da doença, bem como a queda no número de casos, procura
por atendimento médico, internações hospitalares e óbitos.
Índices de vacinação e contaminação
Dados disponíveis no portal da Secretaria Estadual da Saúde mostram que 95,2% da
população de Vista Alegre recebeu ao menos uma dose de vacina contra a Covid-19. Já o
percentual com esquema vacinal completo corresponde a 88,6%.
O boletim epidemiológico da Covid-19 desta segunda-feira, 28 de março, aponta que há
quatro casos suspeitos, 13 em isolamento e dois ativos no município, que contabiliza oito
mortes desde o início da pandemia e possui 2.726 habitantes, conforme estimativa do
Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).
Foto: Cristiane Luza

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.