Acidente envolvendo caminhão, ônibus, carro e van deixa seis mortos na BR-290

Seis pessoas morreram e 12 ficaram feridas em um acidente no início da madrugada desta segunda-feira (28) na BR-290, em Rio Pardo. Conforme a Polícia Rodoviária Federal (PRF), a colisão, que aconteceu por volta da 0h30min, envolveu um caminhão, um ônibus, um carro e uma van.

Há bloqueio total do trânsito no trecho, na altura do km 235.

De acordo com a PRF, o caminhão — com placas de Guaíba — se deslocava do Interior para a Região Metropolitana e bateu de frente no ônibus — com placas de Vila Nova do Sul —, que fazia o sentido contrário.

Com a batida, o caminhão tombou, espalhando toras de madeira na pista e prejudicando outros dois veículos. Um Fox, com placas de Cachoeira do Sul, bateu na carreta tombada na rodovia; e uma van, de São Gabriel, acabou saindo da pista.

Das seis pessoas mortas, cinco estavam no ônibus. Dez passageiros do coletivo ficaram feridos. Segundo a PRF, o ônibus e a van transportavam militares, que retornariam às funções da semana em São Gabriel.

A sexta vítima fatal é a caroneira do Fox. O condutor e uma criança que estavam no automóvel — ficou com a frente totalmente destruída — tiveram ferimentos, assim como o motorista da carreta. Já na van, todos os 15 ocupantes saíram ilesos.

Os feridos foram encaminhados a hospitais de Rio Pardo e de Cachoeira do Sul. Ainda não há informação sobre a identidade das vítimas nem sobre o estado de saúde das pessoas que necessitaram de atendimento médico.

O soldado Jonathan Bolzan chegou no primeiro caminhão dos Bombeiros, deslocado de Rio Pardo para prestar apoio à ocorrência. Ele atuou em um primeiro esforço para debelar o princípio de incêndio, já que havia fumaça saindo da bateria do ônibus.

— Um cenário de guerra. Muita gente ferida e presos às ferragens — descreveu.

Antônio Luíz da Rosa Saldanha, 62 anos, conduzia a van que levava militares para a região central do Estado. De acordo com o profissional, os passageiros foram buscados em Teutônia e Lajeado.

— Eu só ouvi um estouro e se terminou o mundo de poeira. Eu só puxei pro lado e, graças a Deus, ninguém da van ficou ferido. Mas meu colega não resistiu — conta, abatido, sobre o motorista morto no ônibus.

A perícia finalizou a análise do local por volta das 4h30min e indicará as causas da ocorrência. Não há confirmação sobre qual veículo invadiu a pista contrária.

Os bombeiros lavaram a pista às 5h, e o trabalho final para liberar a rodovia será retirar o caminhão tombado. Por volta das 6h, o ônibus foi colocado em um guincho, enquanto um trator com uma grua recolhia a carga de toras de madeira.

Receba as notícias do nosso site no seu celular: CLIQUE AQUI e faça parte do nosso grupo de WhatsApp

Fonte:GZH
Fotos: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.