Trabalho conjunto fortalece limpeza urbana em Vista Alegre

Casos de dengue na região evidenciam necessidade de moradores ajudarem a combater
a doença
Além da atenção dada ao meio rural, a Administração municipal de Vista Alegre vem
trabalhando desde o começo da atual gestão no embelezamento e na manutenção da
área urbana.
O secretário adjunto de Obras, Viação e Serviços Urbanos, Jean Stanga, destacou, em
balanço, que o setor diariamente efetua a limpeza das vias públicas e já renovou a pintura
de 90% da sinalização de trânsito horizontal, composta por faixas de pedestre, meios-fios
e canteiros, por exemplo.
Stanga ainda lembrou que, no fim de 2021, ruas e acessos principais ao município
ganharam um colorido diferenciado com o plantio de flores, além de lixeiras novas e a
decoração de Natal. Como parte das ações de ornamentação de espaços públicos, itens
decorativos de Páscoa estão sendo colocados no centro administrativo desde o começo
desta semana.
Para quem está aproveitando os últimos dias até a chegada do frio para fazer faxinas em
casa ou mudar o jardim – colaborando, assim, para a conservação da cidade –, o
recolhimento de entulhos e restos de podas é realizado todas as sextas-feiras.
Combate à dengue
É importante destacar que a região vivencia um momento de alta nos casos de dengue
devido às chuvas intercaladas com o calor. Embora não haja nenhuma confirmação da
doença em Vista Alegre, a Secretaria da Saúde reforça que precisa que a comunidade
colabore com a prevenção mantendo terrenos e residências livres de locais que possam
acumular água, condição favorável para a reprodução do mosquito transmissor. Piscinas,
calhas, lajes, tonéis, caixas d’água e pratinhos de vasos de planta necessitam de
cuidados frequentes para evitar que virem criadouros do Aedes aegypti.
O setor de combate a endemias de Vista Alegre percorre tanto a área urbana quanto a
rural na luta contra a doença, repassando orientações a moradores e averiguando
propriedades. “Nosso problema é a água parada. No interior, onde vistoriamos
estrumeiras, por exemplo, a preocupação é com as que não estão sendo usadas devido
ao acúmulo de água limpa. Pedimos que os proprietários auxiliem e façam a limpeza
adequada de todos os locais que possam virar criadouros do mosquito”, explicou Andreia.
Sintomas e onde buscar ajuda
Conforme o Ministério da Saúde, entre os sintomas de dengue estão febre alta, mal-estar,
falta de apetite, manchas vermelhas na pele e dores de cabeça, atrás dos olhos, pelo
corpo e nas articulações. Em caso de urgência, a secretária da Saúde, Carla Dall’Asta,
enfatiza que a Unidade Básica de Saúde Sadi Ottobelli é a referência para os
atendimentos primários no município, funcionando das 7h30 às 11h30 e das 13h às 17h.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.